RSS
 

Mostrando postagens com o marcador pensamentos

Opinião

[texto originalmente postado no Facebook]

Eu sei que nenhum de vocês vai ler isso aqui. Eu sei que o que vocês procuram nesse Facebook é fotos de animaizinhos bonitinhos implorando pela sexta-feira ou imagens de paisagens perfeitas dizendo amar a Deus, mas sem realmente buscá-lo na sua devida Casa. 

Esse texto é para justificar o porquê de eu ser tão revoltado. As pessoas ficam abismadas quando solto algumas das minhas frases de revolta e eu simplesmente rio da cara espantada delas. Vivemos em um país ordinário, onde os habitantes se aquietam diante de tanta zona e infâmia e ficam chocadas quando um parece não gostar desse estado de putaria. Esse “um” sou eu. 

Ontem uma reportagem imbecil da Veja me fez observar o quanto somos alienados. Na reportagem, dizia que as pessoas de baixa estatura eram infelizes, burras e mal-sucedidas que deveriam ficar no canto mais escuro da casa chorando sua infelicidade. Quando eu me prostrei contra esse absurdo, todos torceram o nariz me informando categoricamente para “não esquentar”, que jamais eu seria ouvido. 

O que dá a entender quando escuto essa gente falando tais asneiras é que, se eu cagar e vomitar dentro da boca delas, elas não fariam absolutamente NADA! Limpariam minha bunda e secariam meus lábios em seguida, é isso que elas fariam. 

Ontem, também, postei uma imagem que a amiga Aline Welinsky compartilhou à respeito daquele comercial sem vergonha que o Itaú está divulgado por aí: que o futebol muda o mundo. NÃO! Não é o futebol que muda a porra do mundo, é VOCÊ! São as pessoas! Enquanto você ficar limpando o rabo dos outros depois deles cagarem na sua boca, esse mundo nunca vai mudar. Esse PAÍS nunca vai mudar! Porque temos provas de que a revolta (entende-se aqui como revolta o ato de um indivíduo lutar pela justiça e verdade incondicionais) pode sim mudar uma nação desestruturada como a que vivemos! Pois mudou várias outras… 

Enquanto você posta animaizinhos estúpidos pedindo por coisas fora de sentido; enquanto você posta imagens procurando por Deus - ao invés de simplesmente ir buscá-lo - ou até compartilhando o amor devocional por bandas/atores que sequer sabem sua existência, eu vou continuar lutando por um mundo melhor, onde meus filhos viverão uma vida totalmente diferente da que eu vivo, com habitantes espertos expressando sua opinião sem medo das represálias. 

Desculpe se em algum ponto eu ofendi alguém, não era intenção, mas se você se sentiu incomodado com algo, então meu dia já está ganho hoje. Obrigado. —Luiz Silsouz.

 




Stuff I like